READING

Spliff: o que é? Como bolar? Quais as vantagens do...

Spliff: o que é? Como bolar? Quais as vantagens do fumo?

cigarro de tabaco e maconha aberto com filtro

Sabe aquela mistura marota e suave que você faz com tabaco para poder fumar sua erva na rua sem dar muita bandeira? Você tá ligado que essa parada tem um nome específico? O nome dessa iguaria é spliff e sua origem é bem curiosa.

Em tradução livre, a palavra significa “baseado”. Ou seja, é o nome que a gente dá em português para o nosso cigarrinho da alegria!

Estão prontos para saber tudo sobre o assunto? Vem com o blog do Madrugashop!

Onde surgiu o termo spiff?

O termo ganhou notoriedade entre os americanos pela música do eterno Bob Marley, chamada ‘Easy Skanking’ e lançada no álbum “Kaya” (1978). Em dado momento da letra, a frase “Excuse me while I light my spliff” (Com licença que irei acender o seu baseado) é repetida.

Bob Marley fumando cigarro

Nos EUA e alguns países da Europa, onde o consumo de especiaria é livre, “spliff” se refere aos cigarros de maconha misturados com tabaco.

Se aqui a gente consome nossa erva dessa forma para não dar muito na cara, a galera por lá fuma pelos efeitos estimulantes do tabaco que são ainda mais intensos e prazerosos quando combinados às propriedades de uma boa ganja.

Outro bom motivo de seu uso é o tipo de queima que essa mistura proporciona. Os baseados misturados com tabaco queimam de forma mais uniforme e consistente, permitindo seu consumo como se fosse um cigarro tradicional, não exigindo nem mesmo aquelas boladas mais profundas.

Além disso, o spliff é uma boa opção para quem quer aumentar o rendimento de sua erva em períodos que seu fornecedor local estiver com o estoque baixo, auxiliando bastante na economia de especiaria.

Lembre-se: para que seu spliff se configure como um spliff tradicional, é preciso compreender que a maconha é o prato principal aqui e sua quantidade deve ser maior que a do tabaco e nunca o contrário. Mesmo que essa quantidade varie de gosto para gosto, ainda sim é a erva que dá o tom da curtição.

Como fazer meu spliff?

A fabricação desse cilindro bonitão é bem fácil e se você já fuma um beck vai se sentir em casa. Mas, primeiro uma dica! Nesse spliff que a gente faz para fumar um beck de boa na rua, cigarros comuns não são usados para fazer um verdadeiro spliff.

cigarro de tabaco e maconha aberto com filtro

Essa mistura com esse tipo de tabaco é uma parada paliativa e não se configura como um spliff real. Se você quer experimentar a parada certa e que vai te dar o grau que você procura, use tabacos selecionados, orgânico e de alta qualidade.

Show! Agora que você já sabe qual é o tipo de tabaco certo, tenha em mãos também a especiaria que mais te agrada e deixe tudo preparado para o ritual.

Ajeite seus acessórios, separe sua seda preferida, filtro e comece dichavando sua erva e seu tabaco. É importante que sejam dichavados juntos. Se você não sabe como usar item, confira o tutorial de como usar o dichavador!

Já as quantidades, podem variar do gosto de pessoa para pessoa. Ainda sim, uma boa indicação é de 70% maconha e 30% de tabaco. Se for um entusiasta, 80% maconha e 20% de tabaco é uma boa pedida.

O restante do processo é o mesmo de uma bolagem tradicional de um beck.

  • Abra a seda;
  • Ajeite seu filtro;
  • Polvilhe sua mistura;
  • Vá fechando com cuidado para não desperdiçar nada.

Uma dica crucial: jamais abra mão de um filtro e evite o uso de piteiras de qualquer tipo.

Ainda que a fumaça da maconha também possa causar danos aos pulmões, a fumaça do tabaco acaba sendo mais prejudicial. Assim, o uso de filtro ajuda a reduzir os danos durante o consumo, fazendo dele um dos melhores acessórios para bolar seu spliff.

Por que fumar spliff e quais são as vantagens?

Além de todos os pontos que já foram colocados até o momento, vale a pena enfatizar três outras vantagens:

É mais suave para degustar

Por ter uma queima mais uniforme, o spliff também não fica apagando, permitindo seu consumo ininterrupto.

Spliff é mais fácil de bolar

Dependendo da especiaria que você consome, bolar um beck acaba sendo uma experiência meio chata já que ele acaba não facilitando na hora de enrolar.

Com a mistura, o tabaco tende a tornar o rolo mais viável e consistente, facilitando muito sua preparação e permitindo mais tempo para degustação.

spiff sendo bolado no papel

Se você não faz ideia de como bolar o seu spliff, o Madrugashop tem um guia de baseado, mas que certamente vai te ajudar!

O aroma é mais suave

O spliff tem um cheiro muito mais suave e discreto o que faz com que o aroma tradicional da maconha acabe, de certa forma, dissipado entre o aroma do tabaco. Isso te dá a liberdade de fumar em certos locais fechados sem lançar aquela marofa por todo o canto e também caminhar por aí, na rua, com mais discrição.

pessoa fumando um cigarro spiff

E aí? Curtiu esse texto? Interessante, né! Agora que você já compreende melhor o que é e como fumar um spliff de qualidade, dá uma explorada no blog do Madrugashop e confira outros assuntos tão da hora quanto.

Até o próximo post!


Entusiasta do mundo canábico desde sempre, aprendendo todo dia mais sobre essa planta maravilhosa.

Deixe uma resposta

INSTAGRAM
SIGA-NOS NO INSTAGRAM