READING

O que é skunk? Conheça o guia completo da planta c...

O que é skunk? Conheça o guia completo da planta canábica!

skunk em um pé de cannabis

Você sabe o que é skunk? Conhecida no Brasil como skank ou “super maconha”, ela é uma das strains de cannabis mais famosas do mundo, a planta é muito famosa pelo seu cheiro característico e efeitos potencializados.

Tipo de strain Skunk

Mas, assim como grande parte dos produtos canábicos, rola um pânico moral e muita desinformação sobre o assunto. Para saber tudo sobre o assunto, o blog do Madrugashop preparou um guia completo do skunk!

Preparados para saber como e onde surgiu, o que o nome significa e os principais efeitos dessa planta canábica?

O que é skunk?

Originalmente, o skunk é uma planta híbrida composta por 3 strains da Cannabis sativa, sendo elas: Colombian Gold, Acapulco Gold e Afghani Strain – uma planta nativa das montanhas do Afeganistão.

Ou seja, é uma variação da cannabis reconhecida pelo cheiro forte característico e que pode ser cultivada em ambientes internos — isso porque a planta do skunk tende a ser menor, com cerca de até 30 cm de altura.

Por conta do seu cultivo em condições controladas – como em estufas –, as flores se desenvolvem rápido e de forma concentrada! Além da altíssima qualidade das flores e sementes, o skunk é conhecido no Brasil no “maconha gourmet” ou “maconha de rico”.

É bem mais cara que um prensado, mas conta com maiores níveis de THC e muito menos impurezas. É aquela erva boa pra chapar com segurança.

Onde surgiu o skunk?

O skunk surgiu na década de 1970, a partir do cruzamento de strains feito por growers e breeders da Califórnia, conhecidos como Sacred Seeds. O grupo era liderado por David Paul Watson, que, posteriormente, ficou conhecido como Sam The Skunkman (Sam, o Homem do Skunk).

Logo do skunk sacred seeds

Na década de 80, o uso da cannabis era ilegal na Califórnia. Por isso, Sam Skunkman e os primeiros growers transportaram milhares de sementes da nova strain à Holanda e começaram a cultivar a planta por lá. A partir de então, surgiram diversas strains incríveis de cannabis que eram produzidas do cruzamento das plantas.

Qual é a origem do nome?

Mas, afinal, se ela é uma strain da Cannabis sativa, por que é chamada de skunk? Bom, em inglês, o termo significa gambá, animal reconhecido pelo odor forte característico. Como o diferencial da erva é justamente o cheiro forte, essa strain passou a ser relacionada com o animal.

foto do animal gamba com o rabo aberto e erguido

Vale lembrar que nos Estados Unidos, o skunk está relacionado ao aroma característico. Já no Brasil, e em países da Europa, como o Reino Unido, o skunk é frequentemente associado à potência mais forte da erva.

Gostaria de saber mais sobre os aromas canábicos? Conheça tudo sobre os terpenos!

Quais são os efeitos do skunk?

O skunk tem praticamente os mesmos efeitos que uma erva normal. Porém, por conta da alta qualidade das strains, a planta pode apresentar níveis de THC bastante elevados. Isso significa que em alguns casos os efeitos podem ser ainda mais potentes.

De acordo com dados da Drugwise, enquanto um bud tradicional conta com aproximadamente 2 a 4% de THC, as mais potentes variam entre 10 e 14%, o skunk pode chegar até 20% de concentração de tetrahidrocanabinol.

Mas, de modo geral, entre os principais efeitos do skunk podemos incluir:

  • Sensação de relaxamento profundo;
  • Alteração da percepção do tempo e espaço;
  • Risadas incontroláveis e aumento da sociabilidade;

Aqui, cuidado com o quanto você vai fumar ou consumir, pois, por conta dos níveis mais altos de THC, o skunk também pode facilmente desencadear uma bad trip, com ansiedade, alucinações, vômitos e paranoia, além da famosa larica.

Quanto tempo dura o efeito do skunk?

Assim como fumar um prensado, a brisa do skunk também não tem tempo definido. Tudo depende da tolerância do seu metabolismo, da qualidade dos buds e das concentrações de THC de cada erva. Mas, em geral, o skunk é um tipo que bate rápido e os efeitos podem durar aproximadamente cinco horas.

Mas se você resolver preparar um edible com o skunk, a brisa demora mais para bater porque é processada no estômago e no fígado antes. Nesse caso, os efeitos podem durar por até 12 horas após o consumo.

Já que estamos na temática, o que você acha de aprender a fazer um brisadeiro?

Como usar o skunk?

Para usar o skunk, não tem segredo: é só consumir da mesma forma que você está acostumado a usar suas outras ervas. Você pode tanto bolar um beck, usar um bong ou, então, preparar uma receita deliciosa com um ingrediente de primeira!

E para usar o skunk de forma segura, a gente aconselha que você esteja perto de pessoas de confiança e em um lugar arejado, caso role uma bad trip. Além disso, não precisa usar tudo de uma vez. Vai experimentando aos poucos para perceber como seu corpo reage com altos níveis de THC.

O que é mais forte haxixe ou skunk?

Tanto o haxixe quanto o skunk contam com níveis mais concentrados de THC, quando comparados com uma erva normal. No entanto, o haxixe contém doses de CBD (canabidiol), ativo relaxante, que não é intoxicante e nem altera a percepção da realidade.

comparação entre haxixe e skunk

Então, por conta do CBD presente no haxixe, raramente você terá alucinações usando esse tipo de produto. Já com o skunk, os efeitos psicóticos mais fortes – e certamente vão rolar.

Como você viu, o skunk é uma strain de cannabis de qualidade que conta com um potencial mais alto para aquela chapada boa. Mas é legal ter conhecimento antes de usar para não cair na desinformação! Isso porque pode gerar pânico e afastar os usuários de usar a erva de forma segura.

Ficou curioso para saber mais sobre os tipos de ervas que existem e quais seus princípios ativos? Veja as principais diferenças entre cannabis sativa e indica.

Boa brisa e até a próxima, família!


Entusiasta do mundo canábico desde sempre, aprendendo todo dia mais sobre essa planta maravilhosa.

Deixe uma resposta

INSTAGRAM
SIGA-NOS NO INSTAGRAM