READING

Como chapar mais com um beck? Veja como prolongar ...

Como chapar mais com um beck? Veja como prolongar a brisa!

Pessoa acendendo uma blunt

Quem F1 sabe muito bem que há vezes em que a potência do beck não bate como deveria, deixando a pira pouco intensa e acabando muito rápido, certo?

Isso acontece porque, em usuários de longo prazo, o organismo adquire alguma resistência aos efeitos da erva fazendo com que a chapação seja bem mais leve.

Mas como isso acontece? Confira com o blog do Madrugashop!

O uso contínuo de cannabis pode atrapalhar a chapação?

Sim, o organismo pode se acostumar tanto com o THC que o usuário consome que pode chegar ao ponto de nem mesmo sentir mais a pira. Essa resistência é conhecida como “tolerância” e ela ocorre com praticamente todo tipo de substância ingerida e absorvida pelo organismo, como remédios naturais e industriais.

A razão disso está no que os cientistas chamam de receptores canabidinoides – ou mais especificamente CB1. Com o consumo frequente, esses receptores diminuem seu funcionamento no cérebro, fazendo com que o consumo aumente exponencialmente na tentativa de ficar chapadão como deveria.

É claro que essa é uma situação bem chata para quem aprecia a degustação de uma boa especiaria, já que fumar maconha sem ter pira alguma é o mesmo que nada.

Confira as dicas para brisar por mais tempo com um beck!

Mas afinal, como chapar mais com um beck quando ele já nem faz mais tanto efeito? Não se preocupe! Temos algumas dicas para te ajudar com esse grande dilema.

Veja como prolongar a brisa!

1. Evite a tolerância de THC

Existem algumas estratégias muito úteis e fáceis que ajudam a combater a tolerância. Por exemplo, variar as formas de consumo de sua ganja já é um bom começo.

Além de simplesmente fumar sua erva, seja na seda ou em algum acessório de sua preferência, como um bong, você pode ingerir se aproveitando de alimentos que geram efeito maior, mas já falaremos sobre isso em detalhes.

Outro fator que pode determinar seus padrões de tolerância a certas doses da maconha é a frequência de consumo. Mesmo para quem já fuma há muitos anos, se essa pessoa não tem o costume de fumar o tempo todo, a chance de ela ter uma flexibilidade e aceitação dos efeitos em seu organismo continua bastante grande.

Caso a pessoa fume o tempo todo (aquele belo e clássico maconheiro de respeito), mesmo que a não muito tempo, ela pode adquirir maior resistência aos efeitos.

É importante também olhar e analisar profundamente os sinais do próprio corpo. Muitas vezes o que se tem não são sinais de tolerância, mas sim de uma dependência psicológica abusiva. Isso pode demonstrar uma necessidade muito maior de consumo da cannabis, além da pira recreativa e da curtição.

Agora chega de papo científico e dá uma conferida em algumas dicas de como chapar mais com um beck e prolongar a brisa mesmo se você já é um mestre jedi da maconha.

2. Exercícios físicos aumentam a brisa

Parece que uma coisa não combina com a outra, mas para falar a verdade, a relação de exercício físico com maconha é uma parada bem simples e quase complementar.

Para quem já tem o costume de praticar exercícios físicos, fumar um antes ou depois do treino é uma forma de intensificar e elevar o tempo da pira sem precisar fumar aquela bomba gigante.

imagem ilustrativa de maconha se exercitando

A explicação para isso é que, quando nos movimentamos, colocamos o corpo para trabalhar, a circulação sanguínea aumenta fazendo com que o THC seja absorvido de forma mais efetiva, fazendo com que a substância bata mais rápido na mente.

Mas relaxa… você não precisa dar uma de atleta olímpico para isso. Uma boa caminhada de meia hora já é o suficiente para estimular e elevar o nível de sua circulação e dar aquele up no efeito da cannabis. Se você conseguir, pode ir fumando enquanto se exercita.

Confira também: “A maconha tem prazo de validade?“.

3. Comer para poder chapar!

Outra alternativa muito usada entre a galera mais criativa é o consumo de maconha via oral, basicamente, comer maconha. Dentro do estômago, por meio da digestão, existe uma melhor absorção das propriedades e componentes ativos da erva.

Aqui, os efeitos são bem mais demorados para começar a bater efetivamente, cerca de 20 até 30 minutos dependendo do organismo da pessoa. Ainda assim, a brisa é maravilhosa, altamente intensa e extremamente relaxante — o melhor de tudo é que os danos que a fumaça poderia causar a garganta ou pulmões inexistem já que não há combustão nesse processo!

Claro que você não vai sair por aí mascando e engolindo a maconha. Existem receitas que você pode fazer para atingir sua pira. A manteiga de cannabis pode ser usada para fazer massa de pão, pizza e doces diversos, sendo o brisadeiro uma iguaria nacional.

brigadeiro de maconha

Alimentos + Especiaria = chapação maior e mais intensa!

Ainda no assunto comida, existem alguns alimentos que podem ajudar a dar uma sensação de brisa muito maior devido a suas composições orgânicas somadas com a cannabis.

Entre esses alimentos estão a manga, que pode ser consumida entre 30 minutos e uma hora antes de fumar sua especiaria, e capim-limão, erva cidreira e citronela que podem ser consumidas em forma de chá (um chá de verdade dessa vez!) poucos minutos antes de carburar sua erva.

O efeito de intensidade ocorre porque nesses alimentos estão concentrados um hidrocarboneto, o que permite que as moléculas do delta-9 tetrahidrocanabidinol, o famoso THC, entrem no organismo mais facilmente causando seu efeito analgésico e relaxante de forma mais prolongada e potencializada.

Veja mais conteúdos por aqui: “O que são terpenos e quais seus benefícios?“.

4. Se garanta na erva natural e deixe o prensado para fumar com a galera

O tão conhecido prensado, fumado e consumido por tantos, nem sempre é um bom exemplo de chapação ideal já que, em sua mistura, podem vir também alguns elementos e substâncias químicas não muito boas para o organismo.

Por conter diversos elementos diferentes nele, a concentração de THC acaba sendo muito pequena, dando a impressão de que você não está ficando chapado o suficiente e te fazendo fumar muito mais. Basicamente, uma falsa impressão de tolerância.

Para garantir que isso não ocorra e que você realmente não chegue a ter tolerância por excesso de consumo de prensadão, dê preferência aos processados de alta qualidade como a maconha natural, as flores da cannabis.

Além de garantir uma brisa muito mais intensa, ela ainda potencializa tudo isso sem deixar aquela ressaca de maconha – e ainda fica uma delícia com uma boa blunt.

cachorro chapado meme

E aí, curtiu as dicas? Então aproveite que tem muito mais em nosso blog. Explore todos os nossos textos e descubra um pouco sobre tudo nesse mundo maconheiristico que a gente tanto ama. Leia a seguir “O que é blunt? A brisa é diferente? A Madrugashop explica!“.

Te vemos por lá!


Entusiasta do mundo canábico desde sempre, aprendendo todo dia mais sobre essa planta maravilhosa.

Deixe uma resposta

INSTAGRAM
SIGA-NOS NO INSTAGRAM